pontos.de.vista > exposições > Minimiam > minimiam
minimiam
autor: Minimiam
título: car energie1 autor convidado
Minimiam
> minimiam

Os Minimiam são antes de mais um encontro entre duas personalidades que nunca se deviam ter encontrado.

Akiko é japonesa, e, viajou para França para ingressar nas Belas Artes em Paris, para estudar escultura. Pierre é francês, nascido no leste de França, numa pequena aldeia, a sua paixão pelo desenho levou-o, através de um conjunto de circunstâncias a ingressar nas Belas Artes em Mâcon. Akiko e Pierre encontrar-se-ão finalmente nas Artes Decorativas em Paris, na secção de fotografa.

Porquê os Minimiam ? A paixão de Akiko pelas texturas, sobretudo as alimentares e a atracção de Pierre pelos brinquedos, a infância, e sobretudo um traço de carácter comum: a gulodice!

Qual a linguagem fotográfica dos Minimiam ? Reúne várias escritas, vários aspectos da fotografia em geral. O primeiro é a macrofotografia claro, que obriga a trabalhar com profundidades de campo extremamente pequenas, e com aberturas muito pequenas. Os comprimentos focais obrigam a trabalhar com flashes para beneficiar do máximo de luz, e com velocidades baixas. Outro aspecto é o do personagem, personagem de retrato. As silhuetas dos Minimiam, graças ao seu carácter caricatural, transmitem-nos uma visão directa da acção. Não se sugere nada, a atitude é clara, só o contexto a torna ambígua. O terceiro aspecto, a paisagem. A pequena dimensão do personagem torna o espaço circundante gigantesco, e a arquitectura, o enquadramento da imagem, põe-nos em presença, consequentemente, de uma paisagem onde o olho pode evoluir, examinar, passear-se.

Mas o que são os Minimiam? Uma fotografia lúdica destinada ao grande público, aos gulosos, mas também aos gulosos de imagens e sobretudo de histórias. A expressão mais repetida quando se apresentam estas imagens é "bom apetite", um apetite pela vida espero.

Texto: Pierre Javelle
Tradução: Sofia Quintas

fotos >>>

15 fotos de:
 Minimiam



publicada em:
2006.10.01