pontos.de.vista > exposições > Raquel Moura > :: the dinner :: > fotos > 2
:: the dinner :: setembro 2001
índice . <<< . 2 . >>>

 
Texto
Num dia de chuva, fechei-me em casa com o gato e nunca mais saí. Ele traz-me aquilo de que preciso, o cheiro de fora. Não quero mais nada: ele comporta-se cá dentro como um ser exterior e é esse o meu sonho, ter todo o lá fora comigo cá dentro, onde o possa controlar, um pequeno universo onde seja uma rainha sem lógica. Cozinho de manhã tudo aquilo que comerei durante o dia e passo o resto do tempo a evitar sonhar. Tenho medo de um dia imaginar um mundo de que goste e de ficar por lá; eu quero morrer aqui como uma cadeira partida no chão